domingo, 4 de setembro de 2011

Os índios Xavante e a lenda da Estrela

     Os xavantes acreditam que as estrelas são olhos de pessoas que nos contemplam todas as noites. Certa noite, um índio que admirava o céu estrelado viu, de repente, uma estrela diferente das outras: brilhava mais, piscava muito e parecia inquieta. O índio se enamorou da sua beleza. Mas, cansado de olhar para o alto, adormeceu. A estrela notando que o seu admirador havia adormecido, desceu até a Terra e transformou-se numa linda jovem. O índio acordou, viu aquela lindeza diante dele, e espantou-se. Depois, trocaram olhares, conversaram e enamoraram-se. Mas a moça não podia permanecer muito tempo na Terra. Entristecida, ela despediu-se para voltar ao céu. Ele demonstrou muita tristeza e ela o convidou para acompanhá-la. Ele aceitou e indagou: "Mas como?" Ela respondeu: "Suba até o alto desta palmeira. Ela crescerá, crescerá, e levará você até o céu." E tudo aconteceu num piscar de olhos. Por algum tempo, eles permaneceram no céu. Porém, como o índio era muito responsável, desejou vir na Terra comunicar à todos da aldeia sobre seu desejo de permanecer no céu. Veio e em seguida, retornou para viver para sempre ao lado de sua amada estrela. Por isso é que, de vez em quando, uma estrela pisca. É o namoro da estrela com o índio.
(Índios Xavante - Vivem em Goiás e Mato Grosso)

14 comentários:

  1. foi muito útil, obrigado!!!

    ResponderExcluir
  2. Qual foi a fonte de que vc retirou a lenda? Responda por favor

    ResponderExcluir
  3. obrigado ganhei a nota maxima graças a vocês

    ResponderExcluir
  4. Linda história amei ,Obrigada...bj

    ResponderExcluir
  5. otima historia muito emocionante kkk sz

    ResponderExcluir
  6. história muito boa!!!

    ResponderExcluir
  7. Poxa, que legal seu trabalho! Muito inspirador. Estou escrevendo um livro e preciso que um dos personagens conte essa lenda. Que bom encontrá-la aqui. Um grande beijo e boa sorte com seus projetos!

    Ps: Gostaria de ver algum vídeo de você mostrando a cultura indígena. Você tem um canal no youtube? Deveria criar, caso não tenha.

    ResponderExcluir